Backup do Raspberry

Para mim, o único defeito do fantástico Raspberry é o sistema de armazenamento de dados assentar num cartão SD. Bem que podia ter uma interface SATA mas… o seu preço não seria o que é! Resta aceitar e tomar as devidas precauções para não apanharmos sustos de cada vez que reiniciamos o sistema ou quando inadvertidamente retiramos a energia eléctrica.

Podemos sempre fazer backup dos dados para uma pen USB ou para um servidor remoto via FTP mas muitas vezes fazemos alterações e personalizamos o sistema operativo, o que após uns meses se torna difícil reconstruir do zero e pôr o nosso Raspberry tal e qual estava antes da “desgraça”. Por outro lado, os cartões SD mais usados são por norma de 4 a 32GB. Então, porque não criar uma imagem total do cartão SD?

Começamos então por desligar o nosso Raspi:
sudo poweroff

Esperamos que as luzes se apaguem excepto a vermelha. Podemos então desligar da corrente e retirar o nosso cartão. Inserimos o cartão no nosso computador.  A única preocupação ver é se tem o espaço livre suficiente para albergar o tamanho máximo do cartão no disco do computador.

Em Windows podem usar a ferramenta Win32DiskImager.

Em Linux vamos usar a poderosa ferramenta dd.
Na consola, verificamos primeiro onde está o nosso cartão:
sudo fdisk -l
No meu caso é /dev/sdb
Executamos então o seguinte comando:
sudo dd bs=4M if=/dev/sdb | gzip > /home/utilizador/raspberry.gz
Não vai haver barra de progresso e só resta aguardar que termine. Com este comando o ficheiro criado é automaticamente comprimido.

E pronto, temos o nosso backup realizado! 🙂

Caso pretendam repor a cópia ou trocar de cartão SD basta inverter o processo:
sudo gzip -dc /home/utilizador/raspberry.gz | dd bs=4M off=/dev/sdb

Limpinho, limpinho 🙂

%d bloggers like this: